PAPA VENERÁVEL PIO XII " 02 DE MARÇO DE 1939 A 9 DE OUTUBRO DE 1958

PAPA VENERÁVEL PIO XII " 02 DE MARÇO DE 1939 A 9 DE OUTUBRO DE 1958

OPVS IVSTITIÆ PAX

 ”A Paz é obra da Justiça” 

Papa católico (1939-1958) nascido em Roma, Itália, cujo papado foi marcado pelo período da II Guerra Mundial e o pós-guerra, e cuja ação mais marcante no seu pontificado para a história do catolicismo foi transformar a assunção de Maria em artigo de fé (1950). Descendente de uma família tradicionalmente ligada à Igreja e ao mundo vaticano, assim que concluiu os estudos secundários tomou a decisão de abraçar a vida sacerdotal, freqüentando os cursos de filosofia na Universidade Gregoriana e de teologia e direito canônico no Apollinare, onde obteve o doutorado in utroque iure. Ordenou-se sacerdote (1899) e passou a trabalhar na secretaria de estado do Vaticano, na congregação dos Assuntos Eclesiásticos Extraordinários, da qual se tornou secretário (1914). Foi enviado por Bento XV (1917) à nunciatura de Munique, na Baviera, com o encargo, entre outros, de apresentar ao Kaiser a oferta de mediação proposta pelo papa às potências beligerantes, deu início, ao fim da guerra, às negociações para a concordata com a Baviera (1925), com a Prússia (1929) e o Baden (1932). Neste período trabalhou na Baviera e, depois, mudou-se para Berlim (1923) e, feito cardeal (1929), regressou a Roma e sucedeu Gasparri no cargo de secretário de Estado do papa Pio XI (1922-1939). Participou, como enviado do papa, dos congressos eucarísticos de Buenos Aires (1934) e de Budapeste (1938). Visitou o Canadá, os Estados Unidos (1936), onde se encontrou com o presidenteRoosevelt, e a França (1937). Depois de laboriosas negociações, assinou a concordata entre a Santa Sé o o Terceiro Reich. Foi eleito papa substituindo Pio XI após sua morte de (1939), após um breve conclave (1939), tomando o nome de Pio XII. Politicamente demonstrou grande habilidade diplomática na condução dos destinos da igreja católica e foi historicamente criticado por atitudes de tolerância frente ao regime deHitler. Tentou, sem êxito, evitar a eclosão da segunda guerra mundial, denunciou os excessos do nacional-socialismo e do fascismo, porém adotou uma contraditória postura oficial de neutralidade. Após a guerra, dedicou-se a produzir escritos e mensagens de orientação moral para os católicos. Além de importantes encíclicas, como Divino afflante spiritu (1943), Mediator dei (1947) e Humani generis (1950), declarou em 1º de novembro 1950 ano jubilar, com a constituição apostólica Munificentissimus Deus. Também proclamou solenemente o poderoso dogma da Assunção corpórea da Virgem Maria ao céu (1950), a partir de uma pesquisa (1946) e por ocasião do centenário da proclamação do dogma da Imaculada Conceição, proclamou o Ano Mariano (8-12-1953/8-12-1954). Papa de número 261, morreu em Castel Gandolfo, residência de verão dos papas, e foi sucedido por João XXIII (1958-1963).