PAPA BENTO XV "3 DE SETEMBRO DE 1914 A 22 DE JANEIRO DE 1922"

PAPA BENTO XV "3 DE SETEMBRO DE 1914 A 22 DE JANEIRO DE 1922"

 In te domine speravi non confvndar in aeternvm

Papa católico italiano (1914-1922) nascido na localidade italiana de Pegli, Próximo a Gênova, então pertencente ao reino da Sardenha, cujo pontificado foi dedicado à reorganização da administração e ao estímulo às missões. Após graduar-se na Universidade de Gênova, estudou teologia no Collegio Capranica, em Roma, e depois de ordenar-se em Gênova, entrou no serviço diplomático papal. Residiu em Madri, onde foi auditor do cardeal Rampolla e depois de quatro anos, voltou à Roma (1887) a para trabalhar no departamento de secretaria de estado. Exerceu a secretaria de Estado (1901-1907) até que o papa Pio X nomeou-o arcebispo de Bolonha (1907). Cardeal (1914), foi eleito papa (1914) com o nome de Bento XV, sucedendo o próprio Pio X. Politicamente desenvolveu reconhecidos esforços pontifícios, que se revelaram inúteis, para salvar a Europa da eclosão iminente da Primeira Guerra Mundial. Tentou exercer o papel de intermediário entre os Estados beligerantes e, durante a guerra, manteve uma política de neutralidade. No âmbito religioso, favoreceu a reaproximação com as Igrejas orientais e promulgou o novo código de direito canônico (1917), a organização jurídica produzida pelo conjunto de normas que a autoridade da Igreja católica determina ou faz valer, normas essas que disciplinam a própria organização da Igreja e regulamentam a atividade de seus membros para que seus fins últimos sejam alcançados. Antes seu papado (1909) os atos do papa e da cúria passaram a ser editados nos Acta apostolicae Sedis, uma publicação oficial. Morreu em Roma e foi substituído por Pio XI (1922).